quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Ecos na internet e na imprensa 1

Movimento Cívico
Acessibilidade Portugal
Movimento de Trabalhadores Portadores de Deficiência em Defesa dos Benefícios Fiscais
Professor Surdo Francisco Goulão
A ver se coramos de vergonha
Arrastão
DEFICIENCIA E BENEFICIOS FISCAIS
Sexualidades, Afectos e Máscaras
Uma excepção à regra
O país do Burro
A ver se coramos de vergonha
Ruptura Vizela
MTPD tem novo blog
O país do Burro
Uma causa de todos
O país do Burro
Reunião do Movimento de Trabalhadores Portadores de Deficiência em ...-
LERPARAVER
Movimento de Trabalhadores Portadores de Deficiência em Defesa dos ...-
SISMÓGRAFO
O Pafuncio: Movimento de Trabalhadores Portadores de Deficiência ...-
O Pafuncio
Ajudas.com - o seu portal sobre reabilitação e ajudas técnicas-
ajudas.com
Funcionalidade: Agosto 2007-
Funcionalidade
Benefícios Fiscais — APD-Associação Portuguesa de Deficientes-
APD
Rei dos Leittões: Manifesto-
Rei dos Leittões
Benefícios fiscais e seguros de saúde: Cidadãos deficientes reclamam
Correio da Manhã
Jornal Associação Julho 2007
APD

e, pelas más razões
Womenage A Trois: Que venha para a luz do dia-
(aconselhamos a leitura de Trocas)

Se queres os meus benefícios, fica com a minha deficiência!

4 comentários:

Anónimo disse...

esta coisa dos direitos dos deficientes foi outro dos exageros do 25 de abril, pra que querem mais direitos? não vos chega não terem de trabalhar, poderem ter apoio da família e essas coisas boas todas? querem pra quê mais direitos, não vos chegam já as rampas e a ajuda? eu ajudo cegos a atravessar a rua e não sou só eu, porquê não chega-vos a caridade? mais valia estarem quietos, cada um deve saber o seu lugar na sociedade, não carreguem mais quem trabalha

Anónimo disse...

Bem, quero pensar que o comentário inicial se trata de humor negro ...
Margarida Garrido

Anónimo disse...

Sou deficiente, homossexual,
Vulgar por amar,
Sou normal,
Porque ajo
Com o coração.

Sou os pobres da rua
Que só têm a lua,
Sou aquela que estende a mão.

Espalha
Que ajo com o coração,
E que somos todos iguais.
Ninguém tem a menos ou a mais.

Sou croata, russa, italiana,
Negra, indiana,
Moro no coração
E bem lá no fundo,

Sou a gente do mundo!

Escrito por Ema Carvalho, com apenas 37 % do cérebro funcional

JFS disse...

É a dupla discriminação.
O movimento da comunidade com deficiência nos Estado Unidos cresceu, e venceu, porque teve a sabedoria de aliar-se com todas as minorias, e não só, dos negros, homosexuais e mulheres que reclamavam o mesmo. DIREITOS IGUAIS! Inclusão e não, quanto a mim, integração. Porque a integração significa aceitar a normalidade.E afinal o que é isto de ser "normal"? Uma construção social, esta sim, completamente anormal. Se fossemos todos iguais isto era mesmo muito chato.
Ema, continua a fazer estes "manifestos". Precisamos de gente assim.
37% funcional? Nem penses!